QUEM SOU EU?: PERCEBA O SEU VERDADEIRO SER!

Alguma vez você já se perguntou: "Qual é a minha verdadeira identidade? 'Eu sou um pai, um marido, um amigo, um engenheiro, um passageiro ou um paciente? A verdade é que você é um pai, porque você tem um filho. Você é um marido porque você tem uma esposa. Um passageiro, porque você está em um trem. Assim, todas as suas identidades, tudo o que você acredita ser, são todos dependentes em outra coisa. Portanto, quem é você? Um pai, um marido ou um passageiro?

Por não saber a resposta a estas perguntas, continuamos a criar novas identidades de nós mesmos, consequentemente, nosso verdadeiro Ser se afasta ainda mais. Todo o sofrimento na vida é por causa de não se saber a verdadeira identidade. Até você perceber o seu verdadeiro Eu, você acredita ser o nome que lhe foi dado.

Então quem é você? Na verdade, você é uma Alma eterna. Por infinitas vidas passadas a Alma foi escondida sob um véu de ignorância. Devido a isso, se tem sido incapaz de experimentar o verdadeiro Ser. Com a graça do mestre espiritual (Gnani Purush), agora é possível perceber o seu verdadeiro Eu através um processo científico chamado Gnan Vidhi (Cerimônia de Realização de Ser). Depois disso, você não só compreenderá que você é uma alma pura, mas você também vai experimentar a sua verdadeira felicidade.

Curioso para saber mais sobre o seu verdadeiro Ser e alcançar a libertação final? Então continue a ler...

Who am I

Pujya Deepakbhai explores the question "Who am I?" and explains that, after Self-realization, there are two viewpoints which resolve this age-old question.

Spiritual Quotes

  1. O Gnan Vidhi é o processo que separa a Alma (Ser) do corpo (não-ser). É a separação do animado do inanimado.
  2. Um Gnani Purush conhece as qualidades do Ser e as do não-ser e, portanto, pode separar os dois.
  3. Não há outro método para adquirir a experiência da Alma Pura senão através do Gnan e da graça do Gnani. A aquisição do Gnan, leva ao pratiti (convicção), laksh (consciência) e anubhuv (experiência). Além disso, a convicção (pratiti) nunca vai embora.
  4. O mundo é o quebra-cabeça em si. Ele se embaralhou. Deus não criou este quebra-cabeça. Há dois pontos de vista para resolver este enigma, um ponto de vista relativo e um ponto de vista real. O real é permanente, o relativo é temporário. Todos esses relativos são ajustes temporários e Você é permanente.
  5. Moksha significa vir para sua natureza Real. A vida terrena significa afastar-se de sua Real natureza. Qual das duas é a mais fácil? Chegar ao seu Eu Real não é difícil, mas viver a vida terrena como um ser relativo, (ou seja, afastar-se de seu Eu Real), é sempre difícil.
  6. Tudo o que está associado ao "Meu" são obstáculos no caminho da libertação. Uma vez que "Meu" se separa do "Eu", tudo se torna claro. A percebção de "Quem sou Eu?" É espontaneamente associada à perda ou desprendimento de "Meu".
  7. Existe um Deus? Sim, de fato, há Deus e, mais que isso, Deus está com você. Por que está procurando por ele do lado de fora? Quando alguém abre a porta para você, você pode receber Seu darshan (vê-lo). Entretanto, a porta foi fechada tão firmemente, que é impossível abri-la por conta própria. Apenas uma pessoa que é Auto-Realizada (um Gnani Purush) pode mostrar-lhe o caminho e abrir esta porta para você.
  8. Você não tem nenhum chefe neste mundo. Seus chefes são sua cegueria e seus erros. Na ausência destes dois, você é o Senhor Supremo.
  9. Depois de entrar neste elevador, como saber que se está indo para moksha? Sua certeza é que sua ira, luxúria, ganância e orgulho (krodh-maan-maaya-lobh) desaparecerão. O sofrimento interno desaparecerá. Não haverá mais artadhyan (meditação adversa que afeta o eu relativo) ou raudradhyan (meditação adversa causando danos a outros). Esta será a sua confirmação.
  10. O primeiro estágio de moksha é onde você experimenta um senso de neutralidade para com os problemas e misérias. No primeiro estágio de moksha, se experimenta indiferença em relação a qualquer infelicidade terrena. Mesmo na infelicidade terrena, você permanece não afetado. No meio do oopadhi (sofrimento imposto a você por outros ou fatores externos) você experimenta o samadhi (estar livre do sofrimento e experimenta o estado de sua própria bem-aventurança). Essa é a primeira etapa de moksha. A segunda etapa de moksha, a moksha permanente, é alcançada após a morte. A primeira etapa de moksha deve ser alcançada aqui e agora.

Related Books

×
Share on
Copy