Related Questions

Dicas Sobre Como Lidar Com uma Esposa / Como Lidar com um Marido

Muitas vezes, no nosso dia a dia, participamos de workshops e treinamentos para nos ajudar a aprender a interagir com outras pessoas no mundo profissional e a desenvolver nossas habilidades interpessoais. No entanto, não tentamos usar essas habilidades para nos ajudar a lidar com nosso cônjuge.

Param Pujya Dada Bhagwan diz: "Não é preciso conquistar o mundo, é preciso conquistar sua própria casa (família)".

Podemos aprender a lidar com nossa esposa, nosso marido através das experiências compartilhadas abaixo. Alguns trechos foram retirados de discursos espirituais reais com Param Pujya Dada Bhagwan e estão compartilhados aqui tal como são.

Reconheça a personalidade do seu cônjuge

Você não reconhece a personalidade da pessoa com quem você mora? Para aprender como lidar com a esposa ou com o marido, primeiro você precisa entender todos os aspectos da personalidade deles. Depois de alcançar a Auto Realização, se você fizer seu esforço, você poderá, facilmente, reconhecer a personalidade deles. Depois de fazer isso, será mais fácil para você lidar com eles com amor.

Quando você conhece a personalidade do seu cônjuge, você é capaz de reconhecer suas preferências, o que permite que você atue em conformidade para evitar conflitos. Por exemplo, quando admiramos as rosas, nós nos certificamos de que seus espinhos não nos prejudiquem. Do mesmo modo, se o seu cônjuge tem hábito de acordar cedo e você gosta de acordar tarde, aprendendo a ajustar-se a isso, você poderá evitar problemas.

Seja flexivel

Se um marido e mulher se comprometerem firmemente a se ajustar um ao outro, encontrarão uma solução. Se alguém é insistente, o outro deve se ajustar, cedendo. Se você não se ajustar, você pode enlouquecer. É porque você incomodou outros que você tem que suportar tanta ansiedade. Se você provocar um cão uma vez, duas vezes, ou até mesmo três vezes, ele ainda vai atender você. Mas se você ficar irritando-o, ele irá mordê-lo. Mesmo o cão pensará em você como uma pessoa ruim. Isso vale a pena entender. Não provoque ninguém. Ajuste-se em todos os lugares.

Encontre um meio termo entre os interesses distintos

É natural ter interesses diferentes, mesmo quando casados, então, como você pode fazer o que gosta, ao mesmo tempo, fazer o que sua esposa gosta também? Basta aplicar esta pequena dica que é: comprometer-se. Se você gosta de sair e sua esposa gosta de ficar em casa, você pode planejar algo para que ambos possam se divertir. Fique algumas noites em casa e saia em outras. Dessa maneira, vocês dois poderão desfrutar da companhia e dos gostos uns dos outros. O segredo por trás de ter um bom casamento reside no amor e na aceitação uns dos outros e nas circunstâncias que se desenrolam disso.

Use palavras sábias

Ao falar com seu cônjuge, o que você diz importa tanto quanto o tom que você usa. Você deve falar de tal forma que não os provoque. Aqui está um pequeno extrato, onde uma senhora compartilha sua experiência com Param Pujya Dadashri:

"Uma senhora me disse que sentia como se eu tivesse sido seu pai em uma vida passada. Ela era muito boa e muito educada. Perguntei-lhe o que ela faz para se dar bem com o marido. Ela me disse que ele não diz nada. Ele é sempre muito calmo e composto. Perguntei-lhe que, certamente eles devem ter alguns desentendimentos de vez em quando. Ela disse que não, mas às vezes ele faz um comentário cínico. Eu entendi. Então eu perguntei o que ela faz diante dos comentários sarcásticos, eu perguntei se ela respondia ele de volta. Ela respondeu: "Não, eu digo a ele que estamos juntos devido ao desdobramento dos nossos karmas. Estou separada e você está separado. Então, por que você está fazendo isso? Por que tem que fazer comentários sarcásticos? Ninguém tem culpa de nada aqui. Tudo são desdobramento dos karmas. Então, em vez de fazer comentários sarcásticos, por que você não resolve seus karmas com equanimidade? Por que deveríamos entrar em conflito? "Eu vi muitas mulheres, mas esta é a única mulher que eu vi com uma compreensão tão elevada".

Apague o fogo do conflito

Param Pujya Dadashri diz: "Em primeiro lugar, os conflitos não devem surgir em uma casa, e se eles surgirem, tente dissolve-los. Se você acha que um argumento está prestes a inflamar, espirre um pouco de água nele. Qual é o benefício de viver uma vida cheia de conflitos como antes? Qual o propósito daquilo? A vida não deve ser preenchida com conflitos, deve? O que você vai dividir e levar com você para a próxima vida? Quando vocês têm que viver juntos, qual é a vantagem das brigas? Se alguém diz algo negativo sobre seu marido, a esposa fica chateada com isso: "Esta pessoa está caluniando meu marido". Mas, ela mesma, acusa seu marido de qualquer coisa Tudo isso não deveria acontecer. O marido também não deve fazer isso. Se houver conflitos entre vocês dois, isso afetará a vida de seus filhos. Uma criança é algo muito delicado para sofrer os efeitos desses conflitos. As crianças vão crescer bem em sua casa se os conflitos cessarem. Na verdade, todas essas crianças já estão mimadas!"

Não se deixe afetar com o mau uso do poder

Interlocutor: Na América, como as mulheres também trabalham, elas tendem a ganhar um pouco mais de poder. Devido a isso, há mais disputas entre marido e mulher.

Dadashri: Pelo contrário, é bom se ela ganha mais poder. Você deve estar feliz que, 'Uau! Ela estava sem qualquer poder antes; É bom para nós que ela ganhou algum poder agora! "A vida funcionará mais facilmente, não é? Seria mais benéfico se o touro que puxa a carroça fosse fraco ou seria mais benéfico se o touro fosse forte?

Interlocutor: Mas se ela usa seu poder incorretamente, então ocorreriam problemas, não é? Se elas usam o poder bem, então seria bom.

Dadashri: É assim, se não há ninguém para acreditar nesse poder, seu poder colidirá com a "parede". Ela pode exercer seu poder arrogantemente aqui ou ali, mas se você não permitir que isso te afete e não reacionar, todo esse poder atingirá uma "parede" e voltará no rebote.

Interlocutor: Você quer dizer que não devemos ouvir nossas esposas? É isso mesmo?

Dadashri: Ouça! Ouça muito bem em tudo; Ouça tudo que é benéfico para você. No entanto, no momento em que o poder dela colidir com o seu, você deve ficar quieto. Basta observar quanto poder ela teve que engolir. A quantidade de poder que ela usará será diretamente proporcional ao tanto de poder que ela teve que engolir, não será?

Interlocutor: Isso está correto. Da mesma forma, e se os homens estão usando o poder deles de forma errada?

Dadashri: Nesse momento você tem que ter cuidado. "Hmm...ele está fora de controle hoje". Diga isso na sua mente, não diga nada em voz alta.

Interlocutor: Sim, caso contrário, ele vai se tornar ainda mais fora de controle.

Dadashri: Eles dizem: “Ele estava fora de controle hoje.” Não deveria ser assim. Deveria ser maravilhoso ... Dois amigos se comportariam assim? Uma amizade duraria se eles se comportassem dessa maneira? Portanto, esses devem considerarem-se amigos; ser marido e mulher significa que devem lidar com sua família como amigos. Em vez disso, olhe em que se transformaram! É por isso que as pessoas casam suas filhas? Para os titulares do green card! É para isso? Isso nos serviria? O que você acha? Não nos serve! Quem consideramos com bons valores morais? É aquele que tem conflitos em casa, ou é aquele quem não os tem?

Nunca discuta

Interlocutor: O que se deve fazer para que o conflito não ocorra? Qual é a solução para isso?

Dadashri: Diga-me o que causa o conflito e vou mostrar-lhe imediatamente o remédio para essa causa.

Interlocutor: Eles ocorrem em assuntos relacionados à dinheiro, as crianças, elas acontecem por tudo. Eles tendem a acontecer mesmo por coisas pequenas.

Dadashri: O que acontece em relação ao dinheiro?

Interlocutor: Nós somos incapazes guardá-lo, gastamos tudo.

Dadashri: E qual a culpa do seu marido nisso?

Interlocutor: Nenhuma. Mas as vezes começamos a discutir por causa disso.

Dadashri: Então, não cause conflitos pelo que quer que seja. Não entre em conflito mesmo que ele perca $200, porque o conflito custará US $400. Você não só perderia $200, mas o conflito lhe custaria o dobro dessa quantia. Portanto, é melhor perder os $200 que causar um conflito que custará US $400. Não entre em um conflito. Ganhar ou perder dinheiro depende exclusivamente do prarabdha (efeito do karma da vida passada).

Seu dinheiro não aumentará com discussões. Se seu karma de mérito (punya) está em fruição, não demorará para que o dinheiro flua. Então, mesmo que muito mais dinheiro esteja sendo gasto, você não deve se preocupar com isso. Isso ocorre porque, em última análise, tudo o que foi gasto se foi. No entanto, digamos que você tenha um conflito ao gastar mais US $50, ocorre que este conflito lhe custará mais US $100. Portanto, você nunca deve ter nenhum conflito.

×
Share on
Copy