Related Questions

O QUE É KARMA?

Questionador: Qual é a definição de “karma”?

Dadashri: Apoiar qualquer ação, com a alegação: “Eu estou fazendo isso”, é karma. Alegar ser o fazedor de qualquer ação vincula karma. Apoiar a ação com a crença: ’Eu sou aquele que faz’ é chamado vincular karma. É esse apoio à crença de ’ fazedor ’ que vincula karma. Se você sabe que você não é o que cria e está ciente de quem é o verdadeiro: ’Eu não sou o que cria’ e tem consciência de ’quem é o que cria’, então a ação não terá qualquer apoio e o karma será liberado.

Questionador: Qual é o princípio do karma?

Dadashri: Se você gritar: “Você é um ladrão” dentro de um poço, o que acontece?

Questionador: Você vai ouvir o eco das próprias palavras.

Dadashri: Exatamente! Se você não gosta de ouvir o que vem a você, então em vez disso você deve dizer: “Você é um rei!”, de modo que você vai ouvir: “Você é um rei.” Quer dizer, o que você gostaria de ouvir. Dê o que você gostaria de receber. Esse é o princípio do karma. Karma significa ação. Qual é a reação? É o eco. Todas as reações são como “ecos” de suas ações anteriores; os frutos serão inevitáveis. O que o poço ilustra aqui? Ele lhe diz que o mundo é a sua própria projeção. Aquilo a que você estava se referindo como karma, é realmente uma projeção.

Questionador: Existe um princípio do karma ou não?

Dadashri: O mundo inteiro nada mais é do que o princípio do karma. A existência de servidão se encontra inteiramente em você, você é responsável por isso. Tudo é sua própria projeção. Você é responsável até mesmo para a formação de seu corpo. Tudo que você encontrar é o seu próprio projeto; ninguém mais é responsável por ele. Por vidas infinitas, você tem sido o responsável, ’inteira e exclusivamente’.

Referência: Nome do Livro: A Ciência do Karma (Página #2 Parágrafo #2 em diante e Página #3 Parágrafo #1)

O mundo só conhece a “Teoria da autor”

Questionador: A teoria do karma não está nas escrituras jainistas, mas sim no Gita, por que isso?

Dadashri: A teoria do karma foi aceita no jainismo, bem como em outras religiões. Aqueles que acreditam na "vida após a morte", acreditam na teoria do karma.

A questão está em compreender a teoria do karma. Eles exergam como a teoria de: "Ele me insultou; Ele é o "autor" ", mas eles não percebem a parte da teoria que afirma que a ação da outra pessoa é o resultado do desdobramento do karma de quem está sendo insultado. Muitas pessoas dizem: "Meus karmas estão me obstruindo", mas eles não percebem bem essa teoria. Se eles entendessem o karma, então não haveria motivos para acusar a outra pessoa dizendo: "Por que ele fez isso comigo?" Por causa do karma, todos os seres viventes (jivas) estão experimentando um sofrimento terrível. Além disso,ao mesmo tempo, eles saem acusando outros e, desta maneira, os karmas apenas dobram de quantidade e tamanho. Se eles entendessem as causas por trás das coisas que acontecem com eles,  que a razão pela qual seus entes queridos lhes incomadam tanto deve-se à suas próprias contas kármicos , e que a culpa é de quem sofre,seu sofrimento diminuiria.

Referência: Nome do Livro: Aptavani 4 (Página #282 Parágrafo #4 a #7, Página #283 Parágrafo #1)

×
Share on
Copy